Cultura

Começou a festa do Carnaval “Beu áuga da fontinha”

Os festejos do Carnaval na Nazaré começaram, ontem, com a tradicional romaria do São Brás, que juntou centenas de pessoas numa grande festa popular de rua, em redor do Monte de São Bartolomeu, localizado num dos principais acessos à vila.

O costume cristão da subida à capela de S. Bartolomeu, aonde se chega depois de uma demorada subida por difíceis degraus de pedra e terra, e de onde se avista a densa mata nacional, as povoações e a longa linha do oceano, cumpriu-se no dia 3 de fevereiro. 

A festa, em torno da gastronomia e da música de carnaval característica da Nazaré, começou às primeiras horas do dia, com o acampamento de famílias e grupos no pinhal, a preparação das fogueiras e do piquenique para o dia. 

A animação cresceu com o baile de rua, realizado junto do Monte de São Bartolomeu, que serviu para os Reis do Carnaval “Beu áuga da fontinha”, Gisélia Pedroso e Nelson Zarro, cumprimentarem os foliões e darem as boas-vindas a mais um grande evento.

A Romaria de S. Brás
As origens da Romaria de S. Brás, considerada uma das mais genuínas manifestações populares da Nazaré, perdem-se nos tempos e confundem-se com a lenda.
De acordo com a tradição oral, quando Frei Romano e D. Rodrigo, último rei visigodo na Península Ibérica, S. refugiaram na Nazaré trouxeram, para além da imagem de Nossa Senhora da Nazaré, as relíquias de S. Brás e de S. Bartolomeu. A veneração aos dois santos resistiu ao passar dos tempos, e S. S. Bartolomeu deu o nome ao Monte onde S. situa a ermida, S. Brás mantém a sua romaria como uma das mais importantes festas populares de toda a região.

Bailes de Rua em Agenda

8/fev.  Centro Cultural da Nazaré, às 15h00
9/fev.  Largo de N. Sra. da Nazaré, Sítio, às 15h00
16/fev. Praça Sousa Oliveira, às 15h00
Entradas livres.