Fundação Mário Botas

Mário Ferreira da Silva Botas nasceu a 23 de Dezembro de 1952, na Nazaré, terra dos seus pais e onde fez os estudos primários e secundários.

Aluno brilhante do ensino primário, terminou o secundário com altas classificações e foi dispensado do exame de admissão à faculdade de Medicina de Lisboa, onde ingressou em 1970. Licenciou-se com distinção em Julho de 1975, mas quase não chegou a exercer medicina.

Surpreendido por uma leucemia em 1977, e sabendo-se com os dias contados, decidiu dedicar-se exclusivamente à pintura que há muito o seduzia, e o levava nas férias a conviver com pintores estrangeiros.

Essa decisão, mas também a esperança da cura, levou-o a Nova Iorque, onde fez, em 1978, uma exposição individual na galeria Martin Summers. Regressado a Lisboa, em 1980, entregou-se à criação, à preparação de exposições e outras atividades artísticas.

Faleceu no dia 29 de setembro de 1983 no Hospital da Cruz Vermelha.

Mário Botas, um dos expoentes maiores da arte portuguesa da segunda metade do século XX, está representado em muitas coleções de Arte. Das muitas exposições da sua imensa obra, destaca-se a retrospetiva que esteve patente no Centro Cultural de Belém em 1999.

A Fundação Casa Museu Mário Botas, ou Fundação Mário Botas, é uma instituição de direito privado e de utilidade pública, instituída pelo pintor Mário Botas no seu testamento público de seis de Junho de 1983.
A obra do edifício da FMB encontra-se em fase de conclusão.

http://www.fundacaomariobotas.pt/