Atualidade

Reabilitação do Largo da Misericórdia da Pederneira em curso

A partir de hoje, segunda-feira, dia 18 de novembro, e pelo período previsível de 90 dias, o trânsito na Rua Abel da Silva, no troço compreendido entre o Largo Bastião Fernandes e o Largo da Misericórdia, estará condicionado ou pontualmente interrompido devido às obras de Reabilitação do Largo da Misericórdia (também conhecido por Largo do Cemitério), na Pederneira.

Esta intervenção decorre no âmbito do PEDU - Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano, contratualizado entre o Município da Nazaré e a CCDR Centro, com um apoio total de Fundos Comunitários (FEDER), no valor de 3.708.750 €, e que visa a intervenção ao nível da regeneração urbana, promoção da mobilidade urbana multimodal e apoio a comunidades desfavorecidas.
A reabilitação do Largo da Misericórdia tem um apoio FEDER no valor de 229.546,49 €.

O projeto de Reabilitação do Largo da Misericórdia compreende uma remodelação do espaço que tem como finalidade privilegiar a relação do cidadão com os equipamentos religiosos e de lazer. 

Serão instalados novos bancos de jardim, junto das sombras das árvores, transformar-se-á o sistema viário, que passará a ser feito em torno de uma nova rotunda; os transportes coletivos terão uma nova zona de paragem; tendo-se destinado as Ruas do Mirante e Abel da Silva para a circulação em sentido único, de maneira a libertar uma das secções das vias para estacionamento. As áreas pedonais manterão o pavimento em calçada à portuguesa, e o terreno baldio anexo (no limite noroeste) acolherá um moderno parque infantil. 

A recuperação e modernização do espaço público e dos equipamentos têm sido investimento prioritário da Câmara Municipal, que elegeu as intervenções no Largo da Fonte Velha (concluída), Largo da Praça de Touros (concluída); Largo da Misericórdia (em curso), Marginal da Nazaré, Av. Vieira Guimarães, Praça Sousa Oliveira, assim como Equipamentos e Mobiliário Urbano do Bairro de Habitação Social e o Interface de Transportes Públicos, como cruciais nesta empreitada de contributos para o desenvolvimento local através da qualificação e melhoria da qualidade de vida para todos.

“Trata-se da verdadeira oportunidade para o desenvolvimento de um processo integrado e sustentável, melhorando as condições de utilização, redignificando o território e o seu tecido construído, ajudando a dinamização da economia local”, diz Walter Chicharro.

A criação de novas centralidades urbanas, nos três grandes núcleos populacionais que constituem a sede do concelho (Praia, Pederneira, Sítio), que dinamizem as atividades económicas e proporcionem locais aprazíveis para o descanso e contemplação, é uma das funções da reabilitação de espaços históricos, onde a degradação do edificado e dos espaços públicos se foi acentuando, com os anos.