Sociedade

142º Aniversário do Comando Distrital da PSP comemorados na Nazaré

O Comando Distrital da Polícia de Segurança Pública de Leiria celebrou, hoje, na Nazaré, o seu 142º Aniversário e o 60º Aniversário da instalação da Polícia de Segurança Pública na vila da Nazaré, com a realização da habitual Cerimónia Policial, que decorreu no Palácio Real, da Confraria Nª Sª da Nazaré, no Sítio da Nazaré.

Paulo Quinteiro, Comandante do Comando Distrital de Leiria da PSP, declarou que “a PSP é, cada vez mais, uma referência da manutenção e tranquilidade pública, da prevenção e redução do crime, no apoio e proteção aos cidadãos” e apresentou os indicadores que refletem a atividade do Comando.

Contrariando a tendência nacional de aumento da criminalidade geral em 2015, as cidades de Alcobaça, Caldas da Rainha, Leiria, Marinha Grande, Pombal, Peniche e Nazaré mantiveram a tendência de descida registada nos últimos 8 anos, com uma diminuição de 4,9% em 2015, ou seja, registando menos 252 ocorrências criminais.

A criminalidade violenta e grave também diminuiu 22% face a 2014, com menos 61 crimes graves registados pelas esquadradas do Distrito de Leiria, com destaque para a diminuição de roubos, em 23%.

“Nos primeiros cinco meses de 2016, a tendência de descida da criminalidade manteve-se em relação à criminalidade geral participada, com menos 2,8%, tendo a criminalidade violenta e grave registado uma descida ainda mais acentuada, comparativamente a período homólogo de 2015”, afirmou o Comandante do Comando Distrital de Leiria da PSP. 

Em 2015 foram realizadas 498 detenções, o que representa uma diminuição de 13,3%. Contudo, nos primeiros cinco meses do ano, registaram-se 274 detenções, um aumento de quase 30% face a período homólogo de 2015.

A sinistralidade rodoviária continua a ser elevada. A PSP registou 2291 acidentes rodoviários, em 2015, de que resultaram 2 mortos, 18 feridos graves e 498 feridos ligeiros. Números que representam mais 195 acidentes comparativamente a 2014.

“Apesar das campanhas para a redução da sinistralidade, verifica-se que muitos condutores não cumprem as normas de circulação rodoviária, como a condução sob efeito álcool ou não estarem habilitados para o efeito”, informou Paulo Quinteiro, que se mostrou bastante satisfeito com a prestação da Polícia de Segurança Pública no distrito.

“Estes bons resultados operacionais são o resultado do empenho dos profissionais”, afirmou.
 
Walter Chicharro, Presidente da Câmara da Nazaré, vila anfitriã das celebrações, que agradeceu o trabalho diário realizado pelos agentes da PSP, afirmou que “a Nazaré é, hoje, um local seguro para viver e visitar, o que se deve, em muito, ao trabalho das forças de segurança”.

“Reitero a disponibilidade deste executivo para colaborar na busca por melhores soluções para o efetivo aqui destacado, bem como na busca de soluções que permitam a melhoria do exercício das vossas funções”, afirmou o autarca que recordou uma das bases da sua atuação “construir um projeto para todos, um concelho onde todos se sintam seguros. Vocês são fundamentais para que isto seja possível”, declarou o autarca.

Já Raúl de Castro, Presidente da Câmara Municipal de Leiria, apelou à direção nacional da Polícia de Segurança Pública a disponibilização das verbas necessárias para a execução das obras no Comando Distrital da PSP “para garantir as melhores condições de trabalho”.

Por seu turno, o Diretor Nacional Adjunto da PSP, José Ferreira de Oliveira, que se congratulou com os resultados apresentados pelo Comando Distrital da PSP, afirmou que numa “vila de destino turístico da marca Portugal, e sendo o turismo um setor chave da competitividade e crescimento externo do país, compreende-se que as polícias se constituam como um motor privilegiado do desenvolvimento económico”.

“A segurança é vista como um pilar essencial para o bom funcionamento das instituições”, tendo o Comando de Leiria “procurado adaptar o policiamento às múltiplas exigências de segurança que se colocam com as características do Distrito, destacando-se o reforço do policiamento de proximidade e o desenvolvimento de ações de natureza preventiva e repressiva, que têm permitido obter resultados muito interessantes”. 

Para assinalar os 124 anos da PSP no distrito e os 60 da esquadra da Nazaré, estará patente, no Largo do Santuário, até ao próximo domingo, dia 19, a exposição de meios autos da PSP e de armas do Departamento de Armas e Explosivos.