Educação

Arranque do ano letivo acompanhado pela Secretária de Estado dos Assuntos Europeus

As aulas do Ensino Básico no concelho da Nazaré começam, oficialmente, a 16 de setembro. Esta quarta-feira foi dia apresentação dos alunos do 1º e 2º ano do 1º ciclo do ensino básico (Centro Escolar da Nazaré), com a visita da Secretária de Estado dos Assuntos Europeus.

Margarida Marques elogiou as “condições excelentes da escola” e falou da “diversidade que o Centro Escolar da Nazaré representa”, por ser uma das escolas que acolhe, neste momento, alunos sírios (3).

“Nesta escola há o esforço de todos, que é compensado pelo dos que estão integrados”, disse a Secretária de Estado, referindo-se, em seguida, à capacidade de acolhimento de refugiados por parte do nosso país. “Temos uma sociedade aberta e tolerante, que já nos anos 60 deu frutos, acolhendo milhares de refugiados”.

Manuel Sequeira, vereador da Educação na Câmara da Nazaré, aproveitou a presença da Secretária de Estado para relembrar o Governo da necessidade de instalação do ensino secundário público no concelho.

Sobre esta ambição, Margaria Marques afirmou que irá “transmitir o interesse manifestado”.

O novo ano letivo arrancará, na próxima sexta-feira, para mais de 1200 alunos no Ensino básico e Pré-Escolar no concelho (agrupamento de escolas da Nazaré), distribuídos pelos estabelecimentos de ensino: Escola E/B dos 2º e 3º ciclos de Amadeu Gaudêncio, Escola Básica do Norte, Jardim de Infância do Bairro dos Pescadores, Escola Básica de Famalicão, Escola Básica da Quinta Nova, Escola Básica dos Raposos e Escola Básica de Valado dos Frades.

No regresso às aulas, os alunos vão encontrar novos equipamentos e maior conforto. A Câmara Municipal tem vindo a realizar obras de manutenção e requalificação dos edifícios e espaços adjacentes (os acessos rodoviários ou as áreas de recreio).

“Foram colocadas coberturas no Centro Escolar da Nazaré e no Jardim de Infância do Bairro dos Pescadores, que servem de abrigo para a atividade física e as brincadeiras de rua nas estações do frio e da chuva”, disse o vereador da Educação, Manuel Sequeira.

Em Famalicão, as salas de aula foram alvo de diversas intervenções para a melhoria das condições de conforto de alunos, professores e funcionários, tanto no interior como no exterior. 

“A Autarquia está, ainda, a equipar os estabelecimentos de ensino com climatização (Centro Escolar da Nazaré) e equipamento informático (computadores; internet e projetores)”, adiantou o vereador e vice-presidente da Câmara.

No ano letivo 2017/2018 espera-se que o Centro Escolar de Famalicão se junte à nova geração de equipamentos escolares. A Câmara Municipal apresentou, recentemente, a candidatura do Centro Escolar de Famalicão aos Fundos Comunitários, e aprovou o início do procedimento para o concurso de construção da escola.

A obra deverá ter início em breve, apontando-se a sua estreia para o ano letivo 2017/2018.