Arquivo

Assembleia Municipal aprova Orçamento de 48,8 milhões de euros

Com um orçamento de 48,8 milhões de euros (48.851.759,00), a gestão autárquica (PS) aponta a sua atuação para a economia e emprego, educação e formação, juventude, cultura e desporto, solidariedade e ação social, qualidade de vida urbana e reabilitação urbana e patrimonial da Nazaré e gestão de candidaturas a fundos comunitários, entre outras áreas, num novo ano que será marcado, como admite, por “dificuldades”.

“Reconhecemos que as metas são ambiciosas, mas não são mais que as efetivas necessidades locais (…), devendo 2015 ser, ainda, um ano de “dificuldades e constrangimentos”, com o esforço da atual gestão autárquica voltado para “aliviar a pressão da dívida” ao mesmo tempo que se irá deparar com “os constrangimentos exigidos às populações”.

De acordo com a nota introdutória do documento, este “reflete as opções estratégicas definidas pelo executivo, conjugado com o Plano de Ajustamento Financeiro, aprovado pela Câmara e Assembleia Municipal da Nazaré, em outubro de 2012, e que atualmente se encontra em análise pela Direcção-Geral do Tribunal de Contas, para concessão do visto dos respetivos empréstimos no âmbito do PAEL – Pograma de Apoio à Economia Local”.

Apesar das dificuldades esperadas, a atual gestão autárquica elege como objetivos de atuação “equilibrar as contas municipais, garantir a operacionalidade dos equipamentos municipais e garantir as funções básicas municipais”.

“Este executivo ambiciona transformar a Nazaré num município que trilhe os caminhos do desenvolvimento (…), um território focalizado na atividade marítima, sem descurar a riqueza que a terra nos dá. Este é um concelho repleto de história, com enorme potencial para proporcionar qualidade de vida aos seus munícipes, moradores e visitantes, amigo do ambiente e focalizado no Planeamento do meio rural e urbano”, lê-se ainda no documento que apresenta as Grandes Opções do Plano”.