Economia

Câmara da Nazaré reduz a dívida em 6,7 milhões de euros

A Nazaré reduziu 6,7 milhões de euros da dívida em 21 meses de gestão (PS), tendo mantido o investimento, com obras consideradas estruturantes para o futuro do concelho, como a Área de Localização Empresarial e o Centro de Alto Rendimento de Surf, e obras de proximidade.

A informação foi adiantada pelo Presidente da Câmara da Nazaré, Walter Chicharro, na sessão da Assembleia Municipal, realizada na sexta-feira, dia 25, durante a prestação de esclarecimentos da atividade desenvolvida pelo Município.

“No decorrer do ano 2015 verificou-se uma redução do montante em dívida, no valor de 4, 903.945,23€, o que representa um decréscimo de 11,8% relativamente ao seu período homólogo”, informou o autarca.

Já em 2014, a Câmara da Nazaré tinha abatido 1,7 milhões de euros à dívida, num ano durante o qual apresentou um resultado positivo de 930 mil euros.

Ainda segundo a informação de Walter Chicharro, foram efetuados diversos pagamentos que permitiram ao Município apresentar “a sua situação regularizada e com pagamentos em dia junto de várias instituições”. Através do empréstimo do Fundo de Apoio Municipal (FAM), disponibilizado pela Direção Geral do Tesouro e das Finanças, o Município procedeu à regularização de montantes que tinha em dívida com a CGA, ADSE e AT, tendo efetuado, também, o pagamento de projetos cofinanciados por fundos comunitários, nomeadamente os Centros Escolares e Recifes Artificiais.

“Reduzimos a dívida em 6,7 milhões de euros em 21 meses de gestão, efetuámos diversas obras de proximidade, tais como a limpeza e operacionalidade das praias para a época balnear, modernização de equipamentos e mobiliário urbano, requalificação do mercado e outros equipamentos coletivos e de educação, pavimentações e benfeitorias no bem-estar da população e visitantes; pagámos os valores em falta em obras como a Área de Localização Empresarial (2,8 milhões de euros) e o Centro de Alto Rendimento de Surf (400 mil euros), e mantivemos o investimento no desenvolvimento do concelho, com obras estruturantes e de proximidade”, declarou o autarca.

Além do ponto relativo à situação financeira da Câmara, foram levadas à sessão da Assembleia Municipal sete alterações ao Regulamento de Trânsito da Nazaré, o Relatório e Contas do 1º semestre de 2015 da Nazaré Qualifica e a nomeação do auditor externo responsável pela certificação legal das contas.