Atualidade

Equipa de Patrulhamento da Praia da Nazaré recebe equipamentos para época de inverno

A equipa de patrulhamento da praia da Nazaré recebeu, hoje, um reforço dos equipamentos para a época de inverno, que começou a 16 de setembro e terminará a 31 de maio.

Foram entregues os novos fardamentos, adquiridos pela Câmara no âmbito do acordo com a Associação de Nadadores-salvadores, e uma carrinha (Pick Up 4X4), que surge de um protocolo com a Mercedes.

“A Mercedes apoia-nos na missão de apresentar a Praia da Nazaré como uma das mais seguras do país, e que apresenta resultados relevantes na prevenção e salvamento de vidas”, disse o Presidente de Câmara da Nazaré, que manifestou a vontade deste entendimento se prolongar por mais anos.

Por seu lado, Mário Neves, em representação da Mercedes, falou em “satisfação” pela associação da marca de automóveis à missão de praia mais segura do país.

“É uma iniciativa inovadora, e isso está na ADN da nossa marca. Praia mais segura tem que ter a pick up mais segura. Estamos muito satisfeitos”. 

Como destino de férias balneares de excelência, a Nazaré é visitada, anualmente, por milhares de turistas.
O elevado número de visitantes obriga ao reforço do patrulhamento e assistência a banhistas, através da contratação de nadadores-salvadores em áreas de praia não concessionadas e do acréscimo de equipamentos e dispositivos de vigilância, socorro e assistência a banhistas, e inclusivamente fora da época balnear.

“A Câmara optou por assumir o investimento na segurança dos banhistas e patrulhamento, no intuito de fazer o reforço na promoção da Nazaré como uma praia segura e de qualidade para as famílias, numa altura em que o concelho é, cada vez mais, um destino mundial de referência, pelo surf, mar e restante oferta.

Para além do apoio financeiro e da moto 4, a Câmara adquiriu todo o equipamento necessário para o exercício das funções dos nadadores-salvadores, como pranchas, fardas e boias.

Sobre o patrulhamento do areal durante o inverno, assegurada por uma equipa formada por cinco homens, Daniel Meco, responsável pela Associação de Nadadores-Salvadores, fala em resultados “muito positivos”.

Em três anos de atividade “houve zero mortes por afogamento na Nazaré”, o que contrasta com épocas anteriores, em que o serviço não existia. “Está provado o resultado positivo deste dispositivo que, desde a sua entrada em funções, registou zero mortes por afogamento”, reforça.

Os equipamentos cedidos, como a carrinha e as duas motos-4, contribuíram para os resultados. “A carrinha foi uma mais-valia. E o nosso anseio é uma torre de coordenação”, com a qual a equipa poderia aumentar a eficácia na deteção de perigos para pessoas e a costa, “sobretudo em dias de intempérie”.