Desporto

Fábio Maranhão termina presença na Copa Unasur em 6º lugar

Fábio Maranhão terminou a sua participação na Copa Unasur, que decorreu na Bolívia, em 6º lugar, um resultado que deixou o atleta da Nazaré, e representante de Portugal no Campeonato Sul-Americano de Strongman, muito satisfeito.

“Correu acima da média, tendo em conta as dificuldades com que me deparei, como os da altitude do país onde decorreu a competição ou as longas horas de voo”, disse o atleta para quem o importante foi, também, “ganhar experiência para próximas participações em competições do género”.

A Copa Unasur é uma prova emblemática, disputada acima dos 5 mil metros de altitude e que tem pontuação para o Ranking Mundial. 

A prestação de Fábio Maranhão, o mais jovem e o mais leve (com menos de 90 kgs) na competição, onde estiveram os melhores do mundo, não deixou ninguém indiferente.

“Recebi o convite especial da Argentina e, e de Espanha, para participar nas competições agendadas nesses países. Irei, agora, procurar apoios para conseguir participar. Quero agradecer os patrocínios que tive para estar na Bolívia, nomeadamente o que me foi dado pelo Município da Nazaré”.

O jovem de 26 anos, que puxa camiões de 20 toneladas, ainda está a ganhar experiência nestes eventos mundiais, mas não se deixou intimidar pela experiência dos atletas internacionais de Strongman que estiveram na Copa.

O pescador de 26 anos está a recuperar do esforço feito na prova da Bolívia, para se apresentar em força, na Nazaré, dentro de 8 semanas, numa exibição que tem programada, e depois para participar na prova de Espanha, onde quer estar entre os “Homens mais Fortes do Mediterrâneo”, prova que se disputará em julho.

Fábio Maranhão tem como objetivo ser profissional desta modalidade e competir no Mundial, prova que decorre anualmente nos Estados Unidos.