Política

Modernização do perímetro hidroagrícola da Cela está em curso

Realizou-se, no dia 18 de maio, a Sessão de Assinatura do Auto de Consignação da obra de Modernização do Perímetro hidroagrícola da Cela, que contou com a presença do Ministro da Agricultura, Capoulas Santos, dos Presidentes de Câmara da Nazaré, Walter Chicharro, e de Alcobaça, Paulo Inácio, entre outras individualidades e entidades.

O projeto de modernização consiste na substituição dos canais, regadeiras e caixas de rega do atual sistema de distribuição de água (por gravidade) por uma rede de condutas enterradas para trabalhar em pressão. Numa segunda fase, será construída a estação elevatória e executada a recuperação dos açudes, e por último serão consolidados os caminhos existentes e criados novos (3ª fase).

Walter Chicharro, Presidente da Câmara da Nazaré, frisou que “para além do mar e das ondas, também temos na agricultura um fator de afirmação” das qualidades do concelho.

Para o autarca este “é o momento para o desenvolvimento da Região” já que o novo sistema de regadio irá permitir a substituição de um sistema “com mais de 8 décadas, e que já merecia a intervenção. Os mais de 450 utilizadores dependem dele para garantir o seu sustento”. 

Já Paulo Inácio, Presidente da Câmara de Alcobaça, referiu-se ao contrato assinado como “o fim de um processo com mais de dez anos de luta da parte dos produtores, e de uma persistência que veem hoje concretizada”.

Ao ministro, Paulo Inácio disse que é “essencial que volte ao local daqui a um ano para ver a conclusão da obra”, recordando que “estamos na presença de uma das melhores áreas nacionais para a produção agrícola e frutícola”.

Por seu turno, Carlos Malhó, presidente da Associação de Regantes, destacou que foi “depois de muita persistência que chegámos ao dia de hoje”, e com ele “a agricultura vai tornar-se mais competitiva”.

O Ministro da Agricultura, Capoulas dos Santos, falou na sua “grande satisfação” pelo dia e frisou que “o Regadio é uma prioridade deste Governo”.

“A agricultura tem progredido muito e isso deve-se aos excelentes agricultores que temos. Estamos numa fase em que queremos relançar o país. E é necessário que estes profissionais disponham dos meios para isso. Ao governo compete criar as condições para que se produza e crie riqueza”

O ministro disse que a profissão é cada vez mais reconhecida como prestigiada num setor que usa as mais modernas tecnologias.

“Temos que apresentar os instrumentos para melhorar as condições de trabalho e produzir mais riqueza” e evoluir para “um país que importe menos e exporte cada vez mais”, disse o ministro, salientando que “as exportações do setor cresceram 8% no ano passado. Nos primeiros meses deste ano, voltou a registar novo crescimento”.

“Temos um potencial de crescimento enorme para sermos autossustentáveis e exportamos mais, algo que era impensável há algumas décadas”.

Com a ação da passada sexta-feira, está dado o primeiro passo para a modernização do Perímetro Hidroagrícola da Cela, obra orçada em 3,6 milhões de euros e que tem um prazo de execução de 400 dias.

A primeira fase ficará concluída em junho de 2019 traduzir-se-á na substituição de “um sistema de rega por gravidade por um sistema de pressão em que cada parcela ficará com uma boca de rega”, explicou o presidente da Associação de Beneficiários.

A segunda fase da obra, diz respeito à construção de uma estação elevatória “para bombagem da água a utilizar na rede de rega” e a recuperação dos açudes (orçada em 3,3 milhões de euros). E, finalmente, na terceira fase serão consolidados os caminhos já existentes e criados novos acessos às parcelas.

Trata-se de um investimento integralmente suportado por fundos comunitários, na sequência de uma candidatura ao Plano de Desenvolvimento Rural (PDR) 2020, no segundo regadio construído em Portugal, há 80 anos.

Com uma área global de 454 hectares de terrenos agrícolas, dos concelhos da Nazaré e de Alcobaça, as parcelas existentes são propriedade de 490 agricultores filiados na Associação.