Atualidade

Município e Pescadores da Nazaré estudam criação de Cabaz de Peixe

O Município e a Associação de Armadores e Pescadores da Nazaré iniciaram conversações com vista à criação de um “cabaz de peixe”, semelhante ao que existe em outros concelhos portugueses com atividade piscatória.

O objetivo da proposta de criação de um cabaz de peixe fresco, pescado na costa pelas embarcações locais, a que poderão juntar-se os legumes produzidos pelo concelho, “é criar circuitos curtos de venda por intermédio e apresentar um preço mais competitivo para o comprador”, explica Walter Chicharro, Presidente da Câmara Municipal.

O Armazém 33, projeto local de apoio à comunidade piscatória dinamizado pela Câmara, Confraria N.S.N e Paróquia, irá estudar a viabilidade de uma candidatura do Cabaz a financiamentos comunitários.

“Estive e estarei ao lado dos pescadores, como também dos produtores do concelho. Já nos deslocámos a Lisboa em protesto contra o impedimento da pesca de sardinha, com a entrega das últimas sardinhas pescadas no mar da Nazaré ao Ministério do Mar (2015); e à Direção Geral dos Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos para reclamar o pagamento das ajudas do Fundo de Compensação Salarial (2017), como também encontrámos solução para o excesso de produção de alho francês em Valado dos Frades (2014)”, diz Walter Chicharro sobre o trabalho desenvolvido pela sua gestão da Câmara na defesa do setor primário.

A Autarquia iniciou, entretanto, a elaboração de um documento que reúne as suas preocupações o setor das pescas para entregar à tutela.