Política

Nazaré amplia rede de produção de energia limpa

A Balancedynasty Unipessoal, Lda. instalou sistemas fotovoltaicos de mini-geração de energia no Centro Cultural, Biblioteca Municipal, Centro Escolar de Valado dos Frades e Parque Desportivo, com potência de 340 KW, e que irão reduzir as emissões de CO2 em 236 toneladas por ano.

No âmbito do procedimento, a bancada do campo de futebol com relvado sintético e o estacionamento das piscinas municipais foram beneficiados com coberturas destinadas à produção de energia.

A instalação decorre da Hasta Pública aberta pela Câmara para a cedência das coberturas de edifícios municipais destinadas à produção de energia.

“O Município continua atento, à saída de nova regulamentação, para continuar a instalação de sistemas de produção de energia limpa nos seus espaços, não apenas pelas receitas, mas principalmente pelos benefícios ambientais e por ser importante a criação uma consciência coletiva de preservação do meio ambiente e responsabilidade pelas futuras gerações”, explica Salvador Formiga, vereador na Câmara da Nazaré.

O investimento atual é de 416.500€, estimando-se que o retorno seja de 31.590€ para os primeiros 15 anos. As estimativas indicam, ainda, que o Município deverá recolher uma renda total de 226.830€ entre o 16º ao 25º ano de funcionamento do sistema.

“Trata-se de mais um importante passo na redução de CO2” que o Município se comprometeu com a sua adesão ao Pacto dos Autarcas”.

Quinze edifícios municipais estão, atualmente, capacitados com sistemas fotovoltaicos de micro-geração, direcionados para a captação de energia solar e respetiva conversão em energia elétrica, valorizando os recursos energéticos naturais.

Este projeto de produção descentralizada de energia tem como objetivo o fornecimento de eletricidade à rede pública. 

Os dados de consumo disponíveis relativos a 2017 referem que a média de consumo doméstico da Nazaré é de 1.418,0 Kwh. Com a produção instalada (340W), o sistema atual irá assegurar 24% do consumo doméstico da Nazaré.

Assim, das 13.148 habitações (dados de 2001), calcula-se que 3155 habitações venham a ser abastecidas através deste sistema.