Atualidade

Nazaré dominou espaço mediático durante o mês de novembro

A Nazaré foi a mais mencionada nas notícias publicadas pelos meios internacionais monitorizados no período de 1 a 24 de novembro. A vila foi “dona e senhora” do espaço mediático, no que à região Centro diz respeito, segundo dados revelados pela Cision.

De acordo com a empresa (líder global em serviços e software de pesquisa, monitorização e análise de media), dos 180 artigos que referiram destinos da região durante o mês de Novembro (o que representa uma subida face ao mês passado, quando foram publicados 106 artigos), 159 foram sobre a Nazaré.

“Estes dados revelam também uma atenção crescente dos meios de comunicação de fora do país àquilo que se passa nas águas nazarenas. O número de referências mais do que duplicou, em relação aos 72 verificados em Outubro”, refere o relatório da empresa.

Para além das habituais reportagens sobre as performances de Garrett McNamara, Sebastian Steudner ou Andrew Cotton, o regresso da brasileira Maya Gabeira à Nazaré, e a coragem do norte-americano Brad Domke, que enfrentou as ondas com uma prancha de skimboard, foram também o alvo das peças jornalísticas.

A Surfing Magazine, um dos media monitorizados para este estudo, fez uma reportagem diferente do habitual referindo-se ao poder das ondas, escrevendo que “não se pode chamar surf” ao que se faz na Nazaré.

A análise da Cision foi elaborada com base nas notícias recolhidas pelo serviço de monitorização de media da Cision, no período compreendido entre os dias 1 e 24 de novembro, na Alemanha, Brasil, Espanha, Estados Unidos da América, Finlândia, França, Itália e Reino Unido. Esta pesquisa engloba mais de 58.351 meios de informação online e 53.654 em meios impressos.