Atualidade

Nazaré e Capbreton definem ações para fortalecer a geminação

A Nazaré e Capbreton (França) assinalaram o primeiro ano da geminação das duas vilas com novas ações de troca de conhecimento entre os dois Municípios.
 
O estudo da geminação iniciou-se em 2017 com a realização das Jornadas Marítimas de Capbreton, em que a Nazaré, a principal convidada, explicou aos participantes a influência do canhão submarino sobre a qualidade do pescado e formação de ondas gigantes, cada vez mais uma referência obrigatória no surf mundial.
 
Um dos primeiros atos da geminação foi dado com a receção de uma comitiva da autarquia francesa, liderada pelo Presidente de Câmara, que serviu para conhecer melhor a povoação com quem partilha diversas semelhanças; a que se seguiram o acolhimento de uma equipa de Andebol de Capbreton no Torneio Internacional de Andebol Jovem – Nazaré Cup; ações de mergulho dos Aquanautas franceses na zona de influência do canhão da Nazaré e recifes artificiais; presença de surfistas franceses nas ondas da Praia do Norte, e a participação de um grupo da “Pinasse Capbretonnaise”, uma associação local de pescadores de arte xávega (arte de pesca), nas celebrações do Dia do Homem do Mar, em maio deste ano.
 
Na retribuição destas visitas, uma delegação da Câmara da Nazaré deslocou-se à vila francesa (de 19 a 22 de setembro), onde participou em diversos atos oficiais promovidos pela autarquia, e em ações de conhecimento do mar e atividades económicas desenvolvidas, designadamente por pescadores e aquanautas.
 
Do encontro ficaram acordadas novas ações destinadas a aprofundar esta geminação, ao nível da cooperação, cultura, educação, desporto e investigação científica. 
 
O intercâmbio entre atletas da Associação Externato D. Fuas e de Capbreton; a participação da Big Band do Município da Nazaré Festival local de Jazz; o intercâmbio entre Agrupamentos de Escolas das duas vilas (troca de informações e conhecimentos, nomeadamente ao nível do ensino profissional), e o apoio dos mergulhadores franceses no aprofundamento dos conhecimentos do canhão da Nazaré, através de futuras ações de mergulhos e de formação em salvamento aquático, serão algumas das iniciativas mais próximas.
 
É intenção da Câmara da Nazaré utilizar os conhecimentos dos mergulhadores (Aquanaute de Capbreton) a nível da literacia do oceano na educação para a cidadania, que as escolas do 1º ciclo do ensino básico da Nazaré começaram a desenvolver no presente ano letivo, no âmbito do projeto pioneiro lançado pela Fundação Oceano Azul, Oceanário de Lisboa e a Direção-Geral da Educação; e formar uma bolsa de mergulhadores locais que possam, de futuro, dar o seu contributo nas pesquisas sobre a vida do canhão.
 
Capbreton e a Nazaré têm em comum o mar, as origens piscatórias, um canhão submarino, as ondas grandes e o surf. A ligação das duas vilas através de um acordo de geminação pretende aprofundar conhecimentos e desenvolver as localidades por via das trocas de informações. 

Visite o site da geminação

https://www.capbreton-nazare.com/