Turismo

Nazaré promove-se no Festival do Arco Atlântico – Gijon

A Nazaré participa pelo terceiro ano consecutivo no Festival do Arco Atlântico –Gijon, que se realiza de 23 a 31 de julho, naquele município da província e principado das Astúrias, em Espanha, com uma área de 181,57 quilómetros quadrados.

A divulgação da Nazaré, das atividades económicas ligadas ao turismo, sobretudo hotelaria e animação turística, bem como a promoção das ondas gigantes e da Praia do Norte fazem parte da missão da comitiva nazarena que participa com um Stand próprio em Gijon.

Tal como em 2015, o stand da Nazaré localiza-se frente ao porto desportivo, numa zona de passagem e de passeio, “por onde passam centenas de pessoas, todos os dias”, refere Cristina Luz, coordenadora da área do Turismo do Município da Nazaré.  

“O público é maioritariamente espanhol, mas dado ser um destino de férias, alcançamos diversas nacionalidades europeias”, acrescenta.

A promoção da internacionalização da marca “Nazaré”  é o principal objetivo desta representação num dos maiores eventos do género naquele país, e prossegue os objetivos da atual gestão da Câmara (PS) que já levou o concelho a Nova Iorque, à New York Times Travel Show, um evento de âmbito mundial, onde estiveram representados os principais operadores turísticos internacionais, com os quais se estabeleceram importantes contactos de futuro; Fitur (Madrid) e, há poucos dias, na Festa Marítima Internacional de Brest, uma cidade francesa, localizada na região da Bretanha, sede do departamento de Finistère.
 
Para o Presidente da Câmara da Nazaré, Walter Chicharro, trata-se de uma “excelente oportunidade de promoção da marca Nazaré, através da sua gastronomia, tradições, das praias, como a Praia do Norte e das suas condições únicas para a prática do surf e bodyboard, bem como das atividades económicas do concelho, através das suas empresas (nas áreas do turismo, agricultura, pesca, cerâmica, entre outras), nesta região espanhola, com ligação umbilical à Região Oeste de Portugal, e em particular à Nazaré”.

O autarca recorda que “os espanhóis são a segunda nacionalidade a visitar a Nazaré, e esta é uma aposta sustentada e a manter com resultados visíveis, já que a presença de asturianos nesta vila é cada vez mais evidente”.