Política

Praça Bastião Fernandes é a primeira obra de reabilitação urbana concluída e aberta ao público

Estão concluídas as obras de reabilitação da Praça Bastião Fernandes (Pederneira), a primeira intervenção no âmbito do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano da Nazaré (PEDU).

A inauguração aconteceu esta manhã, e contou com a presença da Dra. Isabel Damasceno, vogal executiva do Centro 2020, que classificou o momento de “importante” para as estratégias de regeneração urbana.

“A Nazaré apresentou um plano estratégico com várias intervenções ao nível da regeneração urbana, que não se concentram apenas na sede do concelho, mas que beneficiam os espaços públicos de outros aglomerados populacionais, tais como a Pederneira ou o Sítio, o que classifico como uma visão interessante sobre o concelho”, disse Isabel Damasceno.

Esta responsável pelo Centro 2020 lembrou a importância dos projetos na criação de condições de qualidade de vida. “É mais interessante usufruir de uma praça histórica requalificada, ladeada por património emblemático”.

A criação de novas centralidades urbanas, que dinamizem as atividades económicas e proporcionem locais aprazíveis para o descanso e contemplação, é uma das funções da reabilitação de espaços históricos, onde a degradação do edificado e dos espaços públicos se foi acentuando, com os anos.

“Para além da praia, estes dois aglomerados, Pederneira e Sítio, todos abrangidos no plano de obras, são marcos de urbanidade e centralidade. Com estas intervenções, a Câmara está a dar-lhes um embelezamento e as condições de urbanidade que não tinham”.

A promoção da atratividade económica, a dinamização da reabilitação do tecido urbano degradado e o reforço da centralidade urbana são outros dos objetivos da requalificação em curso, iniciada pela atual gestão da Câmara.

O Presidente de Câmara, Walter Chicharro, manifestou a sua grande satisfação pelo resultado da reabilitação da Praça Bastião Fernandes, e referiu-se à importância histórica desta povoação na formação do concelho “não deixa de ser simbólico, mas é, para nós, muito importante que a primeira intervenção, e já concluída, se tenha feito, no local onde se encontra a Antiga Casa da Câmara”.

A reabilitação do espaço público “é um objetivo deste executivo. Trata-se da verdadeira oportunidade para o desenvolvimento de um processo integrado e sustentável, melhorando as condições de utilização, redignificando o território e o seu tecido construído, ajudando a dinamização da economia local”, disse o autarca.

O Largo da Fonte Velha (Sítio), Largo da Praça de Touros (Sítio); Largo da Fonte Velha (Sítio); Largo da Misericórdia (também conhecido como Largo do Cemitério, na Pederneira), Mercado Municipal, Av. do Município, Av. Vieira Guimarães, Rua Sub-Vila, assim como a terceira fase da Marginal da Nazaré, que terá início depois de terminado o verão e a época balnear, são as intervenções que se seguem, no âmbito do PEDU.

 “Trata-se de uma verdadeira oportunidade para o desenvolvimento de um processo integrado e sustentável, melhorando as condições de utilização, redignificando o território e o seu tecido construído, ajudando a dinamização da economia local”, explicou Walter Chicharro, acerca deste plano de regeneração do espaço público.

Estas intervenções inserem-se no âmbito do PEDU - Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano, contratualizado entre o Município da Nazaré e a CCDR Centro, com um apoio total Fundos Comunitários (FEDER), no valor de 3.450.000 €.