Política

Próximo ano letivo do 1º ciclo do ensino básico irá funcionar com três centros escolares

O ano letivo 2021-2022 do ensino pré-escolar e 1º ciclo do ensino básico do concelho da Nazaré funcionará com três centros escolares e Jardim de infância do Bairro dos Pescadores (pré-escolar), com a conclusão das obras da Escola de Famalicão.

A Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares  já oficializou a extinção da Escola Básica da Quinta Nova por integração na Escola Básica de Famalicão (Centro Escolar) no próximo ano letivo, cuja capacidade destinada ao 1º ciclo do ensino básico será de 4 salas.

A declaração de extinção das escolas unitárias de Famalicão terá efeitos a partir do final do mês de agosto, pelo que o novo ano letivo (2021-2022) já será feito nas novas instalações.

O Centro Escolar irá integrar todos os alunos inscritos e a frequentar o 1º ciclo do ensino básico e o Jardim de Infância daquele território.

Construído de raiz numa zona de expansão da freguesia, onde se concentram equipamentos e serviços, será equipado com 2 Salas de atividade para o pré-escolar e 4 salas de aula para o 1º Ciclo do Ensino Básico; Biblioteca Escolar; Sala Multimédia; Secretaria; Sala de Professores/Educadores; Cozinha; Refeitório; Zonas de Recreio Exterior (descoberto e coberto) e um Campo de Jogos Exterior (descoberto).

Projetado para responder às necessidades surgidas da evolução da educação no país, permitirá a frequência de todas as valências e atividades às crianças, ao mesmo tempo que disponibiliza as componentes de valorização curricular e de apoio às famílias.

Este equipamento irá completar a rede de novas infraestruturas escolares previstas na Carta Educativa Municipal, garantindo a cobertura total de condições semelhantes ao nível da educação pré-escolar e 1º ciclo do ensino básico, que atualmente se distribuem por várias salas em Famalicão, Raposos e Quinta Nova.

Para além de resolver a atual situação de dispersão dos recursos educativos da freguesia, irá contribuir para a igualdade de oportunidades de acesso a espaços educativos de dimensão adequada ao sucesso educativo; o sucesso escolar dos alunos; a promoção e qualificação dos recursos; o funcionamento de apoios coordenados para os diferentes grupos etários e a valorização ambiental e energética do edifício.