Atualidade

Visita da ARSLVT e Ministério da Saúde às obras da nova Unidade de Saúde da Nazaré

Nuno Venade, do Conselho Diretivo da ARSLVT, representantes do Gabinete da Ministra da Saúde, e Ana Pisco, diretora do ACES Oeste Norte, visitaram, hoje, com o Presidente de Câmara da Nazaré, Walter Chicharro, as obras da nova Unidade de Saúde da Nazaré.

“Esta visita insere-se no conjunto das que temos vindo a fazer às mais de quinze obras que temos, neste momento, em curso e em finalização. Gostámos muito do que vimos. Parece-me que a obra está a avançar a bom ritmo, e esperamos ter a oportunidade de a equipar dentro dos prazos previstos”, explicou Nuno Venade.

A obra da Câmara representa um investimento de 1.413.876,10 euros (comparticipação FEDER de 950.300,00 euros e da ARSLVT de 463.576,10 euros). Após a conclusão da empreitada, cujo prazo de execução é de 12 meses, caberá à ARSLVT assegurar a gestão da Unidade de Saúde da Nazaré, ao nível de manutenção e conservação.

O equipamento substitui o velho edifício pré-fabricado, provisório desde a década de 80, e onde funcionaram, até meados da primavera de 2018, a Unidade de Saúde Familiar (USF) Nazareth e USF Global, bem como, serviços da Unidade de Recursos Assistenciais Partilhados (URAP), Unidade de Cuidados na Comunidade (UCC) e Unidade de Saúde Pública (USP). 

Com capacidade para o atendimento de uma população de 22.800 utentes, visa, entre outros, responder à dinâmica demográfica, nomeadamente o acréscimo da população sénior, ao aumento da procura da prestação de cuidados de saúde, a melhoria dos serviços de proximidade e de resposta à comunidade.

“Concretizo uma obra que ficará para a história do concelho por ser obra estruturante e em dívida a esta população há 36 anos. Muitos lutaram por este desígnio, mas é na minha gestão que se concretiza”, afirma Walter Chicharro, Presidente de Câmara da Nazaré, acrescentando que espera ter o edifício concluído “entre finais de setembro a meados de outubro”.

Para o autarca trata-se de “um momento tremendamente importante para a Nazaré, permitindo não só a melhoria na qualidade da prestação de cuidados médicos, de enfermagem e atendimento e acolhimento dos utentes, mas também das condições de trabalho dos profissionais".