Pelourinho

Por volta de 1514, quando o rei D. Manuel concedeu foral à vila da Pederneira foi erguido na praça principal, actual praça Bastião Fernandes, um pelourinho ao estilo manuelino. A Pederneira preservou o estatuto concelhio até 1855, altura em que, por declínio demográfico face à evolução recente da cosmopolita Praia da Nazareth, foi anexada ao concelho de Alcobaça.
Em 1876, o primitivo pelourinho foi retirado por ordem de Alcobaça. Mais tarde, em 1886, um tronco fossilizado foi transportado para a Praça Bastião Fernandes a partir do antigo cemitério, em substituição do antigo pelourinho então destruído, como que apelando a um sentimento de autonomia. É um interessante monolítico de sílex, correspondente a um fragmento de tronco fossilizado, vulgarmente conhecido por pederneira, com quase 150 milhões de anos, sendo por isso um dos monumentos naturais classificados mais antigos de Portugal. Está classificado como Imóvel de Interesse Público desde 1933, pelo seu valor cultural e histórico.